Saiba como escolher o melhor jogo de Taças!

As taças são itens primordiais quando se fala em Mesa Posta, afinal, em uma boa refeição não podem faltar bebidas! Mas você sabe como escolher o jogo que mais se adequa à sua mesa? Nós, da Multlar, organizamos algumas dicas que você pode seguir!

Primeiro, vamos conhecer um pouco da História das taças

Nas civilizações da antiguidade, os recipientes utilizados parar o armazenamento do vinho eram construídos de barro. O vinho armazenado em ânforas de cerâmica oxidava muito rápido, dando a ele um gosto amargo e forte.

Na hora do consumo, este problema tornava a se repetir, já que os copos e cálices utilizados para a sua degustação eram fabricados com matérias primas frágeis e inadequadas.

O tamanho dos recipientes para o consumo do vinho foi diminuindo ao longo do tempo até chegar à idade média. A tecnologia de fabricação, os materiais utilizados e o formato dos recipientes continuavam semelhantes, apesar da diminuição dos seus tamanhos.

Segundo a arqueologia, o vidro surgiu pelo menos há 4.000 anos A.C; mas seu uso na produção de taças somente se deu na idade moderna.

Foi a partir daí que começaram a evolução das taças como conhecemos hoje. Os cálices foram se tornando mais funcionais com o passar do tempo, ganhando formatos mais simples, pois começaram a ser utilizados com maior frequência. Hoje em dia, as variações nas taças atendem às necessidades especificas de degustação. Mas é consenso geral que a taça tem que ser o mais simples, transparente e fina possível para que seja mínima qualquer interferência entre o vinho e seu degustador.

Um tipo de taça para cada tipo de degustação

Taça para água

Como a água não sofre alteração de sabor no tempo de um jantar, sua taça precisa apenas mantê-la gelada ou em temperatura ambiente, conferindo elegância ao degustador. A taça para água é sempre de tamanho grande.

Taça para espumante e champanhe

Os espumantes e champanhes precisam ser protegidos do calor das mãos, por isso eles devem ser servidos em taças com haste longa. Também chamada de flûte, esta taça deve ter o corpo longo e a boca estreita, características que permitem que o degustador visualize as borbulhas e que mantêm o equilíbrio entre a acidez, o sabor, os aromas e a efervescência da bebida.

Taça para licor

Por ser uma bebida doce e consistente, o licor é consumido em pequenos goles, assim como o vinho do Porto. Consumido logo após as refeições por ter propriedades digestivas, o licor deve ser servido em uma taça de porte pequeno a médio.

Taça para Vinho

  • Vinho tinto

A taça de vinho tinto tem o corpo (bojo) largo para permitir que bebida entre em contato com o oxigênio, realçando seus aromas e sabores. Para que o processo de oxigenação aconteça de forma apropriada, somente um terço da taça deve ser preenchido a cada servida.

  • Vinho branco

Como o vinho branco é consumido gelado, a taça é menor e mais curta do que a de vinho tinto, de forma que haja menos trocas de calor entre a bebida e o ambiente, evitando que ela esquente. A boca dessa taça deve ser estreita, de forma que a bebida chegue à língua no ponto certo de acidez e doçura. Esta taça também pode ser utilizada para vinho rosé.

  • Vinho do Porto

O vinho do Porto é mais forte e tem um sabor doce mais pronunciado do que os vinhos tintos em geral devido às características de sua fermentação incompleta. Como precisa passar pelo processo de oxigenação, ele é servido em uma taça de formato similar à de vinho tinto. Contudo, esta taça tem um tamanho bem menor, pois a bebida deve ser servida em pequenas doses.

Diferentes tipos de taças para diferente situações

37978341_205948556942271_4163075202596470784_n

Para um café da manhã ou tarde você precisa de xícara e um copo ou taça de água e suco.

taças-bico-de-jaca-amarelas-corpo

Já um almoço ou jantar informal você pode dispor um copo ou taça de água e suco e, caso sirva uma bebida alcoólica, disponha a taça necessária, geralmente de vinho ou espumante.

IMG_6603 (1)

No caso de um jantar mais formal, você também vai colocar os copos adequados: taça de vinho, água, espumante, copo de cerveja…

Lembre-se que quando a bebida for servida apenas com os aperitivos, vá acompanhar a sobremesa ou ser o fechamento do jantar, como no caso dos licores, os copos e taças devem ficar fora da mesa posta. Nesses casos a melhor opção é dispô-los numa bandeja em um balcão de apoio próximo das bebidas.
Espero que tenha gostado das dicas, muito obrigada pelo seu tempo!! Não se esqueça de nos seguir para sempre ter acesso às melhores dicas! Ah, nos siga no Instagram também para ver todas as nossas dicas na prática!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: